domingo, 24 de abril de 2016

Depois de um ano...

É difícil aceitar quando a gente fracassa e é difícil encarar a nossa culpa em certas situações, porque sabemos que somos responsáveis por todas as nossas ações.
É difícil quando temos a consciência de algo e mesmo assim fazemos as escolhas erradas.
Eu sumi daqui mais uma vez, faz exatamente ano desde a ultima vez que postei algo aqui (coincidência não) e me surpreendi com alguns comentários de pessoas perguntando por mim.
A gente só se lembra o que a gente realmente tem receio quando não estamos bem, porque a suposta felicidade é coisa de momento, basta algo sair do rumo certo que a gente acaba lembrando como é difícil a nossa vida e o quanto a gente é infeliz com ela.
Dentro desse um ano, nada mudou, afinal se tivesse mudado eu não estaria aqui, porque tenho que ser sincera, só lembro daqui quando tô no fundo do poço e é aqui que eu tô agora, 05:46 da manhã de um domingo, desejando nada mais do que morrer.
E até isso é difícil, porque já procurei várias formas de acabar com tudo, até já tentei, mas falhei, aí volta aquela felicidade momentânea, causada por outras pessoas e eu acabo esquecendo o quanto eu sou fudida.
Preciso confessar que tenho vários problemas,  deles é o transtorno alimentar, que vocês conhece tão bem e outro é a compulsão em mentir, para mim mesmo, para tentar esquecer o quanto que a minha vida é ruim.
Passei 7 meses ficando com uma pessoa, ele gostava tanto de mim no começo, mas é claro que eu faria ele mudar de opinião e querer distância, e é isso que aconteceu, eu me apeguei e ele quer distância, me disse essa semana que tinha esquecido de falar comigo, resumindo em minhas palavras, ele esqueceu de mim, uma pessoa na qual ele costuma falar todos os dias, a 7 meses, passamos dois dias sem falar e quando nos falamos, eu que fui atrás de falar, ele disse que tinha esquecido, na minha livre interpretação poética, ele já me esqueceu, enquanto eu fico aqui chorando e querendo morrer por ele, por mim mesma, porque sou tão fudida, que acabo  culpando ele pela minha própria infelicidade.
E o que interessa mesmo, tô de LF a uma semana, não sei fazer dieta e nem força de vontade para nf, então vai de LF mesmo.
Tem alguém aqui ainda?