sexta-feira, 24 de abril de 2015

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

12/02/15

A mente tá vazia e a barriga também.
Eu ando tão preocupada, que tô dormindo mal, nem sei na verdade com o que eu me preocupo. Acho que é a primeira vez que eu venho aqui e simplesmente não tenho nada a dizer, nada bom e tudo de ruim, mas pela primeira em tanto tempo, eu criei esperança de que as coisas vão dar certo, por mais que lá no fundo eu saiba que eu tenho que deixar para lá,  eu prefiro acreditar que vai dar certo, tô preferindo criar esperança, do que ficar pensando negativamente,  nem que depois eu quebre minha cara, mas essa sensação é tão boa, que me faz olhar para tudo de uma forma diferente.
Acho que eu tô me apaixonando de verdade pelo boy, me apegando talvez seja a palavra certa. No final de semana a gente fez sexo pela primeira vez, não literalmente a primeira vez, mas a primeira vez de nós dois juntos. Foi uma situação tão inusitada, que eu nem sei o que ainda tô achando disso, logo eu que sempre acho alguma coisa de tudo.
O carnaval tá chegando e eu tô com tanto medo desses dias, não sei como vai ser, preciso ter foco e objetivo. Mas como eu disse no começo, eu tô com esperanças de que tudo vai dar certo.
Beijos.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Reerguendo a cabeça.

Depois de alguns dias vim aqui atualizar vocês.
Minha semana foi boa, para como eu tava na segunda/terça feira, eu tô até muito bem. Tô sentindo já a diferença no espelho,  mas nada muito para eu me animar e relaxar um pouco.
Miei na semana, mas não teve muito resultado, não tinha nada no estômago, só água e tava me sentindo mal, enfiei o dedo na garganta, para ver se passava e passou, nada com o que se preocupar, eu não faço isso sempre.
Quanto ao meu último post, eu só tenho a agradecer as pessoas que comentaram nele, foram palavras tão bacanas, que eu fiquei de cara e gente vocês não fazem idéia de como tudo aquilo me ajudou. E eu vim aqui todos os dias e via o blog de vocês, só não comentava nada, porque não estava no meu melhor momento,  mas sei como anda a vida de vocês.
E quanto ao assunto boy, essa semana a gente deu uma conversada, na verdade eu falei algumas coisas, nada muito pesado, mas o suficiente para ele ficar pensando em mim e nas coisas que eu disse, e o resultado foi: ontem ele disse que queria muito me ver, depois das coisas que eu falei, ainda disse que a gente precisava se resolver, mas depois disse para eu deixar para lá, que ele tava falando besteira, anyway, sei que a semente foi plantada haha
E hoje eu vou tirar meu passaporte, porque esse ano eu vou para New York genteeeeeee!
Beijos meninas, até mais.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Eu tenho 20 anos e tenho anorexia.

Eu enrolei tanto para vim aqui e falar qualquer coisa que fosse, eu sabia tanto que eu ia fugir do foco no final de semana que sentia vergonha só de olhar o app do blogger no celular, mesmo assim lia as postagens de alguns e até comentava, mas cheguei a um ponto que só lia e ontem não quis ler mais, sabia que sentiria vergonha e não queria sentir isso, ontem eu fiz tanta besteira que sinceramente nem vale a pena comentar.
hoje acordei tarde justamente porque a única hora que eu não como é quando eu tô dormindo, e eu vim para o blog para passar o tempo e eu não me ocupar comendo, falta tanto ainda para eu ter que sair para o trabalho que eu já sei que eu vou me alongar muito por aqui, minha barriga dói,  pede comida,  mas eu me recuso a comer, eu não vou comer antes das 14hrs e só comerei denovo a noite, quando eu voltar da aula de ballet.
Hoje é aquele dia em que eu vou me focar no ballet e esquecer do resto, eu preciso disso!
Me sinto tão infeliz, não existe um aspecto bom na minha vida, eu não sou feliz com o meu corpo, eu tenho uma trágica vida amorosa,  eu gosto do meu trabalho,  mas me sinto tão fora da caixa, minha vida em casa é uma droga, financeiramente eu não vou bem, resumindo: tudo é uma bosta e eu tô cansada disso sabe, queria sair de casa, ir para longe de toda essa merda, de todas essas pessoas.
Ninguém me entende e sei que se eu começasse a mostrar para elas quem eu realmente sou, não restaria ninguém ao meu lado, porque eu auto me destruo e faço isso com todos ao redor. Eu sou uma farsa, atráves de um sorriso eu consigo enganar tanta gente, mas as pessoas são tão burras assim mesmo, ou elas não ligam para mim?
Eu não sei, nem sei se alguém gosta de mim de verdade, minhas amigas tem outras amigas e a pessoa que eu gosto nem faz idéia que eu gosto, por mais que sejamos amigos,  eu não consigo me abrir para ele, as vezes eu até tento,  mas eu vejo que ele não quer conversar sobre isso, eu já aceitei o fato de que eu sou só sexo para ele e ultimamente nem isso eu só mais, domingo ele me disse que a gente tinha "intimidade, afinidade e interesse", eu não sei o que pensar disso, sinceramente eu só queria chegar e dizer para ele o que eu penso a respeito de tudo, mas sei que não é a hora, nem sei se algum dia essa hora vai chegar. Eu sou tão carente, que me apeguei a uma pessoa assim,  ele é super gente boa, mas já sei que não quer nada comigo e eu sempre deixei transparecer que não quero nada, mas na verdade eu quero tudo, eu crio situações na minha cabeça e com isso vou vivendo,  invento uma vida na qual ele faz parte e acredito tanto nisso, que as vezes até esqueço que é mentira. 
Eu sou uma mentirosa patológica, mas eu só minto porque a vida é uma droga, e tenho que transparecer que sou feliz. Mas eu não quero mais, eu cansei, para mim basta.

E eu vou terminar como eu comecei: eu tenho 20 anos e tenho anorexia.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

29/01

Para primeiro dia de recomeço eu até que fui bem. Almocei porque minha mãe me obrigou (arroz, peixe, batata inglesa e cenoura e sorvete - ok enfiei o pé na jaca um pouco), comi agora pela noite um pacotinho de club social com um copo de laranja caseira, no total acho que foi positivo.
Meu dia hoje foi bem normal: fui trabalhar e a noite fui para o ballet, mas não teve aula e voltei para casa cedo, queria ter feito aula para tentar perder um pouco do sorvete que eu consumi, mas não rolou.

Atualizando: tô solteira, sozinha na verdade! depois eu conto sobre a história mega enrolada com o boy.

Gente achei uma receita na internet que eu nunca fiz, mas vou tentar, parece ser uma delícia e eu que adoro sorvete, então... a foto tá lá para baixo.
Ps: esse app do blogger é horrível :(

Sobre a vida...

A minha última postagem foi em abril do ano passado e a primeira em março de 2013, durante esse tempo todo eu vivi com a ana, ela viveu em mim na verdade, ela vive em mim. Bem dá para tirar de como vai a vida né, são 04:50 da manhã e eu tô aqui a quase um ano depois resolvendo postar em uma das coisas que foi a minha âncora durante tanto tempo, eu nem sei se as mesmas pessoas ainda continuam por aqui...
mas eu voltei, acredito que voltei,  é necessário,  tô infeliz, tô triste, aqui eu não preciso fingir que tá tudo bem, quando tudo dentro de mim desmorona. Preciso da Ana, preciso de vocês,  quero me sentir bem comigo mesma, não quero mais mentir e nem fugir mais. Cansei da vida, cansei de uma forma que se ela acabasse agora eu talvez fosse agradecer. Preciso de suporte,  preciso de alguém que me entenda.  Preciso de amor, de carinho, de abraços, de um eu te amo, eu não sou forte, eu nunca fui,  eu finjo que sim, finjo até para mim mesma.
Resolvi apagar as postagens antigas, elas me lembram uma pessoa que eu não quero ser mais, eu quero ser outra pesssoa, nem que para isso eu tenha que sofrer, fisicamente,  mas não dá mais, eu preciso mudar.

Eu tô de volta,  mas eu não sou a mesma. E pela primeira vez eu vou falar o meu nome, Clara.